Âmbito e Objetivos

O apoio à Formação Empresarial pretende promover a adaptação dos trabalhadores, das empresas e dos empresários à mudança, o envelhecimento ativo e saudável e um ambiente de trabalho saudável e bem-adaptado capaz de prevenir riscos para a saúde.

  • Aumentar as qualificações específicas dos trabalhadores em domínios relevantes para a estratégia de inovação, internacionalização e modernização das empresas;
  • Aumentar as capacidades da gestão empresarial e e-skills para suportar estratégias de inovação e novos modelos de negócios das empresas;
  • Promover estratégias de upskilling e de reskilling, com vista à adaptação e especialização dos recursos humanos das empresas e da sua capacidade de retenção de competências e talentos; e
  • Promover ações de dinamização e sensibilização para a mudança e intercâmbio de boas práticas (mobilidade e troca de experiências).

Beneficiários

Médias e grandes empresas que disponham de estrutura própria certificada ou recorram a entidade formadora certificada ou equiparada.

Taxa de Incentivo e Forma de Apoio

Taxa base: 50%.

Majorações:

  • Média empresa: +10%; e
  • Caso seja destinada a trabalhadores com deficiência ou desfavorecidos: +10%;

O apoio é não reembolsável (vulgo fundo perdido).

Ações Elegíveis

São abrangidas ações de formação, em regime presencial ou online que contemplem intervenções em sala, práticas simuladas ou práticas em contexto de trabalho.

A formação, que deve e ministradas por entidade certificada ou equiparada, podendo ser ministrada pela empresa beneficiária se dispuser de estrutura própria certificada, deve ser desenvolvida nas seguintes áreas temáticas:

  • Ambiente de trabalho eficiente e seguro;
  • Aperfeiçoamento de competências técnicas críticas para o negócio;
  • Ciência dos dados aplicada e machine learning;
  • Eco design e engenharia de produto, incluindo ferramentas digitais;
  • Economia circular, sustentabilidade e ambiente;
  • Economia digital, digitalização e Indústria 4.0;
  • Eficiência e transição energética;
  • Fabrico de produtos sustentáveis de elevado valor acrescentado;
  • Ferramentas de trabalho colaborativo, processos de produção e gestão da cadeia de abastecimento ágil e eficiente;
  • Ferramentas de gestão e de melhoria da produtividade;
  • Governança ambiental, social e corporativa (ESG);
  • Inovação produtiva, tecnológica e organizacional;
  • Internacionalização: estratégias de entradas em mercados e otimização de processos de gestão;
  • Internacionalização: criação e gestão da marca;
  • Internacionalização: vendas online, comunicação e marketing digital;
  • Inteligência artificial aplicável a várias áreas de negócio;
  • Liderança e motivação de equipas de trabalho; e
  • Servitização da indústria e os mercados internacionais.

APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

Concurso aberto até 31.JAN.2024.

OBSERVAÇÕES

Para serem suscetíveis de apoio, as operações devem satisfazer as seguintes condições de acesso:

  1. Apresentar um plano formativo identificando as necessidades da formação especificando os objetivos, atividades e resultados a alcançar e a sua ligação à estratégia e investimento em domínios relevantes para a sua competitividade no âmbito do Cluster de Competitividade e apresentando uma metodologia de avaliação adequada;
  2. Ser, preferencialmente, estruturados em módulos de 25 horas, nomeadamente do Catálogo Nacional de Qualificações ou não, se devidamente justificado.
  3. Conter grupos formativos limitados a 25 trabalhadores por ação (turma). Em casos excecionais e devidamente justificados, poderão assistir às ações de formação um número superior de formandos, os quais não serão contabilizados para o apuramento do custo elegível financiado;
  4. Ter uma duração máxima até 24 meses, onde se inclui em as atividades relacionadas com a realização de questionários aos participantes para apuramento do indicador de resultado; e
  5. Dispor de parecer favorável emitido pelo Cluster de Competitividade, que ateste o alinhamento da operação com a estratégia de eficiência coletiva e com as áreas prioritárias do respetivo Pacto Setorial.